• 1 September 2017
  • mairamasiero

Na última terça-feira (29), a Sala 1 da Casa do Servidor recebeu profissionais do Complexo HC para um treinamento sobre Segurança e Manuseio de Gases Medicinais, organizado pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), pela Seção de Manutenção de Maquinas e Equipamentos e pelo Núcleo de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (NUCADE-RH) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB).

Divididos em duas turmas (manhã e tarde), os servidores puderam entender como trabalhar em segurança no transporte, armazenamento, manuseio, utilização e manutenção dos cilindros que armazenam os gases medicinais. Rodrigo Almeida, Gerente de Negócios Medicinais de uma empresa multinacional brasileira que atua no mercado de fabricação de gases industriais e um dos palestrantes do treinamento, comentou sobre a importância destes conhecimentos para o profissional de Saúde. “Estamos realizando este treinamento de segurança e manuseio dos cilindros utilizados em hospitais e, especificamente, aqui no HC de Botucatu. A importância do treinamento é conscientizar os funcionários que utilizam o equipamento a fazer isto de forma mais segura para diminuir os riscos de acidentes”.


Fabio Hideo ministrando treinamento aos
profissionais do HCFMB

A parte operacional do treinamento ficou a cargo de Fabio Hideo Tanabe, Gerente de Operações dessa mesma empresa, que, de modo informal e dinâmico, mostrou aos servidores os procedimentos corretos a serem seguidos para que o uso dos equipamentos seja bem sucedido.

Durante o treinamento, membros da equipe assistencial, do SESMT e da Manutenção puderam tirar dúvidas e esclarecer pontos importantes sobre o assunto. A coordenadora do NUCADE-RH, Regina Celia De Santi Lúcio, afirmou que este treinamento é de extrema importância para quem manipula, direta ou indiretamente, os gases medicinais todos os dias.

O diretor do SESMT do HCFMB, João Cruz, comentou que a necessidade deste treinamento foi detectada a partir de inspeções rotineiras realizadas pelo setor. “É de extrema importância que os funcionários que tenham contato com os gases medicinais saibam os riscos a que estão expostos e, principalmente, as medidas que devem ser tomadas para evitar qualquer tipo de incidente ou acidente”.

Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing HCFMB