• 9 August 2017
  • brunafioruci


Equipe da unidade participa da ação

Além de cuidar com dedicação e delicadeza dos bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neo) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), a médica residente Isadora Pimentel de Souza aproveita os momentos mais calmos da unidade para incluir a música no tratamento dos pequenos pacientes. Voluntariamente, Isadora não só canta, mas também toca e alegra mães e bebês internados na UTI Neo do HCFMB.  “A música sempre foi muito presente em minha vida, sempre me fez muito bem. Para mim, cantar para eles faz parte do meu trabalho”, diz.

Isadora comprou um instrumento chamado Ukulele, mais conhecido como “violão havaiano”, e desde então, aprendeu a tocar por conta própria. “Escolho algumas músicas e o som vai saindo. A equipe da unidade me acompanha sempre que pode. A música é uma forma de levar conforto a essas famílias”, explica.

Erica de Paula, 37, está há 60 dias com seu bebê recém-nascido na UTI Neo do HCFMB. Quando Isadora e a equipe chegam e começam a cantar, ela ouve sorrindo. “Eles nos passam muita calma. Tenho certeza que meu filho entende que estão cantando para ele. Ouço o violãozinho lá de longe e sinto uma gratidão muito grande”, relata.

Para a residente, realizar esse tipo de ação dá ânimo para dar continuidade a sua rotina. “Toda vez que canto para esses bebezinhos, me sinto renovada. Tudo isso é feito com muito amor, e sou muito grata por viver esses momentos com eles”, finaliza.

Vivian Abilio – Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing do HCFMB

 

Categoria: